Coceira na cabeça: O que pode ser e como evitar

Date
jul, 05, 2022
Coceira na cabeça: O que pode ser e como evitar

Muitas vezes a coceira na cabeça pode indicar que o seu couro cabeludo está sujo. Porém, é importante prestar atenção, porque também pode indicar algo mais sério. Como, por exemplo, uma doença ou hábitos ruins. Manter o couro cabeludo saudável, é muito importante para manter a saúde capilar como um todo. Por isso, eu trouxe alguns dos motivos principais que podem contribuir com a coceira na cabeça e deixar seus cabelos fracos. Assim você vai conseguir evitar danos e cuidar muito melhor da sua saúde capilar.

Publicidade - OTZAds

Lavar o cabelo na frequência errada

Cada cabelo tem uma necessidade diferente, portanto devemos levar isso em conta quando formos montar uma rotina personalizada de cuidados capilares. Mas normalmente, quem tem cabelo liso, costuma ter fios mais oleosos. Por isso, existe uma necessidade de lavar os cabelos com mais frequência e o uso de um shampoo de média adstringência. Já no caso das cacheadas e crespas, o cabelo costuma ser mais seco naturalmente, então, o shampoo de adstringência baixa poderia ser uma boa opção. Mas a frequência de lavagem, deste tipo de cabelo, costuma ser menor. Então o uso de um shampoo de adstringência alta, pode ser mais apropriado, nesta situação, pois vai conseguir fazer uma boa limpeza. No entanto, é importante entender o que cada cabelo precisa e o que cada shampoo oferece, para fazer a escolha correta.

Resumidamente, se o cabelo estiver sujo, TEM QUE LAVAR!

Porque você pode até ter cabelo mais seco, porém, se faz academia todo dia, você soa muito, o que contribui para coceira na cabeça, ou seja, é um couro cabeludo com uma necessidade de limpeza mais frequente. Então, a sua rotina também deve ser levada em conta, porque ela interfere na necessidade do seu cabelo.

Publicidade - OTZAds

Por que o couro cabeludo não para de coçar?

Não se engane, lavar o cabelo todo dia não faz mal aos fios. Contanto que esta seja a necessidade do cabelo.

Não usar o shampoo da maneira correta

As vezes parece que algumas pessoas tem medo de usar shampoo. Porque se você perguntar, vai perceber que elas não deixam o produto nem um minuto no cabelo. Mas calma, charmosa, se escolher o shampoo certo e lavar direitinho, ele só trás benefícios.

O shampoo age por tempo de contato. Então, não é só aplicar espalhar e tirar. A primeira coisa é molhar o cabelo todo, então depois você vai pegar uma parte do produto e espalhar apenas no couro cabeludo. Faça movimentos circulares sobre TODO O COURO CABELUDO. Essa massagem pode durar de 1 a 2 minutos. Mas tenha certeza de que você aplicou produto em toda área capilar. Porque muitas vezes as pessoas não lavam corretamente, acabam de sair do banho e nota uma coceira na cabeça.

As vezes você até escolheu um bom produto, mas se não usar direito, não vai ter efeito. Então, lembre-se que shampoo é só no couro cabeludo e precisa ser aplicado com calma, para limpar tudo direitinho.

Não usar o shampoo adequado para o seu cabelo

Publicidade - OTZAds

Como mencionado anteriormente o shampoo pode ser de adstringência alta, média ou baixa. É importante saber isso, porque mudou muito a forma de diferenciar os tipos de shampoo.

O que fazer para acabar com a coceira na cabeça?

Basicamente, o shampoo de adstringência baixa faz uma limpeza mais leve; mas o o shampoo de adstringência alta já consegue fazer uma limpeza mais profunda. Então, se o seu cabelo está muito sujo, com acúmulo de produtos, pode ser que um shampoo mais potente seja a melhor opção. No entanto, é importante prestar atenção no seu tipo de cabelo também.

Por exemplo, se o seu cabelo for seco naturalmente e você lava ele com muita frequência porque faz academia. Pode ser interessante usar um shampoo de média a abaixa adstringência. Pois o seu cabelo tem a necessidade de ser lavado com mais frequência, mas por este mesmo motivo, não é necessário usar um produto tão profundo, pois você lava quase todo dia. Em algumas situações, pode ser interessante intercalar os shampoos.

Top 3 shampoos, para você incluir na sua rotina capilar:

Doenças do couro cabeludo

Algumas doenças do couro cabeludo podem causar coceira na cabeça. Por isso é importante sempre consultar um médico. Complicações no couro cabeludo e questões capilares, é importante sempre consultar com dermatologista, tricologista, e em alguns acasos, até mesmo com o endocrinologista.

Algumas doenças que podemos destacar são:

  • Ansiedade ou estresse
  • Dermatite seborreica
  • Alergias
  • Micose

Algumas doenças podem ser tratadas com uma simples mudança na rotina. Mas em outros casos, é importante incluir o uso de algum medicamento específico. Portanto, ao notar qualquer alteração no seu couro cabeludo, procure um médico. Afinal, estas doenças podem causar, até mesmo queda capilar.

Couro cabeludo ressecado

O couro cabeludo ressecado pode ser um grande problema para quem tem pele seca. Mas, isso também pode acontecer devido a outros fatores como excesso de calor, shampoo errado, o tempo, ou até mesmo a genética. Pois é, algumas pessoas possuem uma baixa produção de oleosidade no couro cabeludo. Portanto, isso pode contribuir para o ressecamento da área e a coceira na cabeça.

Mas infelizmente o mal do couro cabeludo ressecado não para em uma simples coceira. Pois além disso, a pele pode apresentar ardência e os fios podem ficar mais fracos. Mas a boa notícia é que é possível tratar. E aqui no nosso site, nós temos um post específico sobre isso.

E aí charmosa, gostou das dicas?

Beijos!

Publicidade - OTZAds

Simone

Charmosa, mãe, empresária. Uma mulher que aprendeu a se amar através do autocuidado e hoje tem a missão de mostrar para as outras mulheres o poder de se olhar com mais carinho.

2 Comentários

  1. Responder

    Lulu

    05/07/2022

    Muito boa suas dicas Simone. É importante acrescentar alguns detalhes: Quantidade de produto (muita gente exagera na quantidade), aplicação esfregando com a unha ao invés da ponta dos dedos ajuda causar feridas no couro cabeludo e consequentemente pode coçar também.
    Sugiro pauta sobre a adstringência do shampoo: como identifico o grau de adstringência?
    big beijos

    • Responder

      Simone

      06/07/2022

      Sim, é sempre importante prestar atenção nestes detalhes, e obrigada pela sugestão.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Oi, eu sou a Charmosa. Me chamo Simone Benvindo. Sou mãe, empresária. Uma mulher que aprendeu a se amar através do autocuidado e hoje tem a missão de mostrar para as outras mulheres o poder de se olhar com mais carinho.

Já faz parte da newsletter?

Receba sobre a Charme-se direto no seu email!

Vamos te enviar conteúdo sobre moda e outras mensagens que vão melhorar seu dia ♥