Dicas para mães de primeira viagem que você precisa saber

01/03/2021 | Sobre Maternidade

A Isabella já completou 7 meses, parece que foi ontem o parto. Cada dia é uma nova descoberta. Sem dúvidas, ser mãe é minha melhor fase. São muitos os desafios, mas cada momento é único e perfeito. Hoje trago mais algumas das minhas dicas para mães de primeira viagem assim como eu. Espero ajudar você com minhas experiências.

Se você é mãe a caiu neste post de “paraquedas“, te convido a ver meus posts antigos sobre maternidade. Pois assim você confere todas as minhas descobertas maternas.

Dicas para mães de primeira viagem que você precisa saber

O tempo é precioso, então aproveite

Quando o resguardo acaba, é normal planejar a volta para a rotina. O trabalho, a casa e agora um bebê. Mas faça tudo no seu tempo, aproveite ao máximo o momento que você tem com seu bebê, porque passa rápido demais.

Todas as mães que falam comigo dizem a mesma coisa, que sentem saudade desta fase. A fase do bebê no colo, mamando…

As tarefas do lar as vezes ficam para depois, mas está tudo bem. Porque eu estou aproveitando o que realmente importa e estes momentos nunca vão voltar.

Não se cobre tanto, apenas seja a mãe que seu bebê precisa.

Dicas para mães de primeira viagem

Mantenha uma bolsa preparada

Depois que você é mãe, você sempre vai sair cheia de bolsa. Portanto para não esquecer nada, deixe a bolsa do bebê sempre preparada. Seja para passeios ou médico.

Aqui em casa eu deixo sempre a mão. A bolsa do bebê já está com fraldas, toalhas, caderneta, uma peça de roupa, documentos… Isso deixa tudo mais prático e livre de imprevistos.

Você ouve seu bebê?

Mesmo que o bebê ainda não fale, os gestos dele diz muito. Pois é assim que você vai entender e perceber o desenvolvimento da criança.

Por exemplo, depois da introdução alimentar eu percebi que a Bella come melhor quando eu coloco alimentos na mão dela. Então, eu sempre preparo legumes que ela pode pegar e comer sozinha junto com a papinha. Respeitar a autonomia do bebê ajuda no desenvolvimento e adaptação de novas rotinas.

Eu percebi também que ela está querendo engatinhar. Então forrei o chão da sala com colchonete e deixei ela livre para explorar o ambiente.

Crie uma rotina para o bebê

Rotinas são necessárias. Pois é através delas que o bebê consegue aprender o horário de dormir, comer… Ter uma rotina vai te ajudar muito. Mas lembre-se de respeitar os momentos do bebê também.

Viva sua maternidade

Não compare as crianças

Aquela frase “bebê de fulana já andava nesta idade“. ESQUEÇA ISSO!!!

Cada criança é única e tem seu momento. O importante é que o bebê seja sempre acompanhado pelo pediatra. Se o seu bebê está saudável e tem acompanhamento com um profissional, não há com o que se preocupar.

Intuição de mãe

Recebemos muitos palpites quando nos tornamos mães, mas siga sua intuição. Eu ouço muito que preciso tirar a Bella do peito com x idade. Preciso comprar tal coisa porque fulana comprou e foi ótimo para o bebê dela começar a andar…

É importante respeitar a opinião médica, mas cuidado com a chuva de palpites de qualquer pessoa. Siga seu coração de mãe, você vai aprender aos poucos o que realmente é bom para o seu bebê.

Pesquisar e aceitar ajuda é bom, mas muitos palpites acabam sendo desnecessários.

“Deixa no carrinho, senão ele vai ficar mimado”. O Bebê precisa deste contato com a mãe, isso é natural e precioso. Não se sinta culpada por ter que trabalhar. Mas não tenha medo, dar colo não vai mimar seu bebê, na verdade só vai ajudar. Pois dar colo ajuda no desenvolvimento do sistema nervoso central das crianças. Dar colo é amor e atenção, não negue isso ao seu filho. Não deixe que os palpiteiros vivam sua maternidade por você.

A maternidade não é igual para todas as mulheres e isso precisa ser respeitado.


Estas são algumas das minhas dicas para mães. Então se você já é mãe, deixa aqui nos comentários algumas dicas para mim também.

Beijos!!

  • Top