Espinha no couro cabeludo: Como resolver o problema

Date
jun, 29, 2022
Espinha no couro cabeludo: Como resolver o problema

Encontrar uma espinha no couro cabeludo pode ser mais comum do que se imagina. Mas não se preocupe, porque aqui você vai ficar sabendo porque isso acontece e como resolver este problema; que pode causar muito desconforto, e atrapalhar seu autocuidado capilar no dia a dia.

Publicidade - OTZAds

O couro cabeludo é uma parte importante para a saúde do nosso cabelo. Mas infelizmente nem todo mundo cuida dele da maneira certa. Então, é necessário cuidar muito bem no dia a dia. Por isso, é importante lembrar que é pele, e a nossa pele precisa de uma boa limpeza e proteção.

Por que aparece espinhas no couro cabeludo?

A espinha no couro cabeludo pode aparecer devido a vários tipos de doenças, que causam inflamações; ou até mesmo infecções.

Essas espinhas, são pequenas bolinhas que podem conter pus ou não, ficam avermelhadas e apresentam dor e ardência local. Mas em casos mais graves, podem aparecer feridas e cicatrizes que dificultam o crescimento normal dos cabelos na região afetada. Embora seja uma condição conhecida como espinha, na verdade o correto é chamar de foliculite. Pois na maioria dos casos a inflamação ocorre no folículo piloso.

A foliculite pode acontecer em qualquer parte do corpo onde tenha pelo. Como por exemplo, barba, virilha, ou até mesmo no bumbum. A foliculite capilar acontece com todo mundo. Porém é mais comum nos homens.

Publicidade - OTZAds

Isso pode ocorrer por diversos motivos, por isso é indispensável ir no dermatologista com regularidade. A espinha no couro cabeludo, pode aparecer devido a inflamações por bactérias, fungos, pelos encravados, entre outras causas. Essas inflamações ocorrem muitas vezes devido a:

  • baixa imunidade.
  • dermatite.
  • uso constante de acessórios, pois abafam o couro cabeludo.
  • pelo encravado.
  • Não lavar corretamente o cabelo.
  • Não lavar o cabelo na frequência certa.
  • Produtos de cabelo que não atendem a necessidade dos seus fios.

Para saber se você tem espinha no couro cabeludo, é necessário sentir com a mão ou pedir para alguém olhar. Então quando você tiver certeza do que é, passe a manter os cuidados adequados.

Para se livrar da espinha no couro cabeludo, é importante saber qual a causa e o tipo de foliculite que você tem. Porque assim você consegue eliminar o mal pela raiz. Os tipos mais comuns de foliculite são:

Como evitar e se livrar das espinhas na cabeça?

  • Superficial: ocorre na parte superficial da sua pele, por isso deixa a pele vermelha e apresenta algumas espinhas.
  • Profunda: ocorre na parte mais profunda da pele, por isso a pele fica vermelha, com dor, e mais sensível. Este é o tipo de foliculite que você precisa ficar alerta.

O segundo passo, sem dúvidas é manter uma rotina adequada de cuidados com seus cabelos. Pois assim, seus fios e o couro cabeludo, ficam sempre saudáveis. Mas além disso, é importante que você nunca tente espremer essas espinhas; porque assim, você evita o contato de bactérias no área afetada.

Outro ponto importante é lavar corretamente seu cabelo, e fazer a escolha certa do seu shampoo; mas principalmente, saber a frequência ideal para lavar seus fios. Porque ao manter seu cabelo bem limpo, você evita o acúmulo de resíduos, oleosidade e tudo mais que possa se tornar a foliculite.

O shampoo certo, vai depender do seu tipo de cabelo. Geralmente cabelos oleosos precisam de um shampoo de adstringência alta, já os cabelos secos pedem um shampoo um pouco mais leve. No entanto, é importante levar em consideração a sua rotina capilar como um todo.

Publicidade - OTZAds

A espinha no couro cabeludo, as vezes, desaparece em alguns dias. Porém, caso o problema permaneça é importante buscar um médico. Afinal, pode ser que seja um quadro mais grave; e que precise de uma atenção mais especial. Mas o tratamento com o médico vai depender de cada caso.

E aí, charmosa, você já sofreu ou conhece alguém que sofre com espinha no couro cabeludo? Então, me conta tudo nos comentários. Mas antes de ir, compartilhe este artigo com seus amigos.

Aproveite e nos siga no Instagram. Pois assim você fica por dentro de todas as novidades em primeira mão.

Beijos!

Publicidade - OTZAds

Simone

Charmosa, mãe, empresária. Uma mulher que aprendeu a se amar através do autocuidado e hoje tem a missão de mostrar para as outras mulheres o poder de se olhar com mais carinho.

3 Comentários

  1. Responder

    Lulu

    30/06/2022

    Que dicas ótimas para o cabelo. Nunca passei por isso, mas deve ser bem desagradável ter uma espinha no couro cabeludo.
    big beijos

  2. Responder

    Valéria

    04/07/2022

    Acne em qualquer parte do corpo é horrível :/
    Eu tinha nas costas e agora estou tomando roacutan pra controlar.
    Mas boas dicas, adorei!

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    • Responder

      Simone

      04/07/2022

      Pois é charmosa, causa um incômodo absurdo, mas sempre da para evitar.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

Oi, eu sou a Charmosa. Me chamo Simone Benvindo. Sou mãe, empresária. Uma mulher que aprendeu a se amar através do autocuidado e hoje tem a missão de mostrar para as outras mulheres o poder de se olhar com mais carinho.

Já faz parte da newsletter?

Receba sobre a Charme-se direto no seu email!

Vamos te enviar conteúdo sobre moda e outras mensagens que vão melhorar seu dia ♥